ng3948480

Um robô capaz de escrever à mão… e com uma letra mais bonita do que a sua

Há vários tipos de letra armazenados, mas também é possível reproduzir a caligrafia do cliente, embora seja mais caro.

Introducing Bond from Bond on Vimeo.

Lembra-se da última vez que um texto escreveu à mão? Algo mais do que um número de telefone ou um recado rápido? Enquanto os humanos se desabituam de escrever à mão, há robôs a aprender caligrafia.

A empresa norte-americana Bond desenvolveu uma máquina de escrever que faz o contrário do habitual: transforma o digital em analógico, sem mãos mas com canetas. E, provavelmente, de forma mais bonita.

A Bond desenvolveu esta tecnologia para o mercado empresarial mas também para os privados, por exemplo, para os convites de casamento. Há vários tipos de letra armazenados, mas também é possível reproduzir a caligrafia do cliente, embora seja mais caro.

Por enquanto, o serviço está limitado aos Estados Unidos e a máquina está preparada apenas para escrever em Inglês e sem acentos.

Fonte: DN Ciência

Deixe uma resposta